Mulher que matou filha de 1 ano diz que foi ‘motivada pela raiva’ após marido terminar relacionamento

27 out 2023 - Paraíba

A mãe que matou a própria filha, uma bebê de 1 ano identificada como Júlia, nesta quinta-feira (26), no bairro do Geisel, em João Pessoa, disse em depoimento que cometeu o crime motivada pela raiva que sentiu pelo companheiro ter terminado o relacionamento do casal horas antes do crime ter acontecido. A informação foi confirmada ao g1 pelo delegado que investiga o caso, Diego Garcia.

Conforme o delegado, Eliane Nunes da Silva não aceitou o término entre os dois, como mensagens trocadas por um aplicativo mostram (veja abaixo). Por isso, segundo o delegado, ela matou a criança com golpes de faca, para “descontar a raiva que estava do marido” depois do fim do relacionamento.

Em entrevista coletiva, Diego García afirmou que o crime foi um dos mais pesados que teve contato como investigador desde que começou a carreira na polícia.

“Em 12 anos de polícia, eu confesso que foi uma das cenas que mais me causaram repulsa pela quantidade de ferimentos nessa criança, em seu leito de dormir, que era um berço”, ressaltou Diego Garcia.

O crime aconteceu no bairro do Geisel, em João Pessoa, na manhã desta quinta-feira (25). A mãe compareceu à Central de Polícia por volta das 11h, ensanguentada e com uma mochila nas costas. Não havia mais ninguém em casa na hora que tudo aconteceu, por isso ela é a única suspeita da morte da criança.

O infanticídio aconteceu entre 9h e 10h, também de acordo com informações da Polícia Civil.

Foto: Ana Beatriz Rocha

A polícia foi até a casa da família após a mãe confessar o crime. A criança foi encontrada morta no berço, ensanguentada, e ao lado do corpo estava a faca que teria sido usada para cometer o crime.

A mulher ainda vai passar por audiência de custódia, que deve ocorrer na manhã de sexta-feira (27). Ela foi autuada em flagrante por infanticídio, enquadrado na categoria de crime hediondo.

Além disso, familiares do casal não foram ouvidos ainda e vizinhos do condomínio foram intimados para prestar depoimento.

Em troca de mensagens entre o casal, na manhã desta quinta-feira (25), a qual a TV Cabo Branco teve acesso, o marido da mulher terminou o relacionamento. Nas mensagens, o homem diz que “precisa de paz na vida” e que está “cansado de briga besta, do ciúme e de egoísmo”.

Em outro momento, ele diz que vai auxiliar financeiramente a mulher e a criança, enviando uma quantia em dinheiro todas as semanas. “Vou lhe mandar 200 [reais] por semana pra ajudar nas despesas. E pegar Julia [a filha do casal], de 2 em 2 semanas pra ficar comigo”, disse. O homem afirmou que iria entregar a chave do local onde moravam juntos para o pai da mulher na sexta-feira (27).

G1PB