Júnior Araújo volta a se colocar à disposição para a disputa em Cajazeiras e diz que evento recente do PSB foi apenas o 1º passo

27 abr 2023 - Paraíba

O deputado estadual reeleito, Júnior Araújo (PSB), em entrevista ontem (26), à imprensa sertaneja reafirmou que está à disposição do seu grupo político para disputar as eleições municipais de Cajazeiras, em 2024, e fez um alerta sobre a previsão de atuação da sua sigla. “O PSB vai entrar forte no pleito do próximo ano”.

Júnior Araújo citou que a oposição estará unida para vencer as eleições, citando os nomes do também deputado Chico Mendes (PSB) e do ex-prefeito Carlos Antônio. Ele afirmou ainda que “O evento realizado há poucos dias, com a filiação de várias lideranças políticas, foi apenas o primeiro passo para o crescimento do PSB”, ressaltando que “Outros eventos virão”.

Foto: Reprodução

Recentemente em entrevista ao portal PB Agora, o parlamentar do PSB, alertou para o perigo da desunião das oposições em Cajazeiras. Para ele, a única forma de evitar uma nova derrota é a união das oposições numa única chapa majoritária. “Não podemos repetir o erro da eleição passada”. Segundo Júnior Araújo, independentemente de qual seja o nome escolhido como cabeça de chapa, é fundamental “colocar os interesses coletivos à mesa em vez dos individuais”, disse o deputado socialista de modo que os grupos políticos de oposição em Cajazeiras possam “definir os critérios para a escolha do candidato”. O parlamentar é um dos nomes colocados como possível pré-candidato a prefeito da cidade, em 2024.

Segundo Júnior Araújo, a sua postulação, no entanto, não seria uma imposição, mas sim definida e aclamada pelo grupo, ouvindo vereadores, amigos, lideranças, comunidades e até mesmo sua família. “Ninguém é candidato sozinho, ninguém é candidato de si mesmo, mas todos sabem que me preparei a vida toda muito mais para ser prefeito de Cajazeiras, nunca havia me imaginado estar deputado, graças a Deus já tive esse privilégio por duas oportunidades ser eleito, em 2018 e agora em 2022, e tenho dito sempre que sou grato a Deus por tudo que tem acontecido na minha vida, fui vice-prefeito da cidade onde adquiri também muita experiência, mas tudo está nas mãos de Deus, essa é uma decisão coletiva, ouvindo a população, e se esse for o desafio, se esse for o caminho que estiver traçado na minha vida, nós iremos em frente. Eu sei que chegará esse momento para que a gente possa governar a cidade de Cajazeiras. Se o grupo quiser, serei uma alternativa, mas temos que ouvir vereadores, lideranças, amigos, as comunidades, e a família”, ressaltou.

PB Agora