Gaeco e Polícia Civil deflagram operação contra crimes cibernéticos na Paraíba; alvo é estudante de 19 anos

8 ago 2023 - Paraíba

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (08) a segunda fase da operação Pessinus realizada pelo  (Gaeco) e pela Polícia Civil, sob coordenação do Ministério da Justiça. O objetivo da operação é combater crimes cibernéticos. Conforme apurou o ClickPB, foram cumpridos até o momento mandados de busca em dois bairros na Zona Sul de João Pessoa. O alvo na Paraíba é um jovem de 19 anos, acusado de publicar conteúdos em que afirmava que iria realizar atos terroristas em escolas. 

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Os mandados foram cumpridos, na Paraíba, em casas de familiares do alvo nos bairros de Valentina e Gramame. Ele não foi preso, já que de acordo com a polícia foi representado o mandado de prisão mas ainda não houve. Ele afirmava que iria adentrar escolas e realizar massacres. “Fazia vídeos com máscaras, com faca e mostrava arma de fogo. Inclusive em um desses vídeos ele citoiu como iria entrar na escola para matar a maior quantidade de pessoas”, detalhou o delegado João Ricardo, da delegacia de crimes cibernéticos em entrevista à imprensa.

Também foi apreeendido um aparelho celular e vários utensílios de roupa, usados no vídeo.

Na primeira fase foram cumpridos cinco mandados em Santa Catarina e no Piauí. Nesta segunda fase, além dos mandados cumpridos na Paraíba, há operação é realizada no estado de São Paulo. De acordo com a Polícia, são todas pessoas interligadas que utilizam a internet e as redes sociais para instigar outras pessoas a cometer diversos crimes. Entre eles estão auto-mutilação, abusos sexuais, invasão a escolas.

ClickPB