RadarPB - Notícias de Triunfo - PB

  • contato@radarpb.com.br
  • (83) 9 9952-1219 / (83) 9 9631-7511

Serasa amplia renegociações e dívidas podem ser pagas a partir de R$ 50

26 jun 2020

Serasa Limpa Nome ampliou as ações de condições especiais para negociação de dívidas dentro da plataforma. Agora as empresas participantes são Ativos, Tricard, Santander e Recovery, sendo a última responsável pelo pagamento de R$ 50. Os segmentos de maior abrangência são bancos, financeiras e o setor varejista.

Com a extensão da campanha, mais de 5 milhões de brasileiros poderão quitar dívidas. Os consumidores que forem contemplados pela ação, pagarão acordos de no máximo 100 reais. Esse valor é valido para qualquer um dos 4 parceiros envolvidos.

“Estamos em um momento muito delicado e oferecer formas de os brasileiros recuperarem sua saúde financeira com condições como essa é algo muito gratificante. Tirar as pessoas da inadimplência é o objetivo do Serasa Limpa Nome e seguiremos firmes no nosso propósito de levar crédito para todos”, afirma Lucas Lopes, diretor do Serasa Limpa Nome.

Para ter acesso, o consumidor precisa acessar o site do Serasa Limpa Nome – que desde abril tem uma nova marca e um novo endereço: www.serasa.com.br. O consumidor também encontra as mesmas condições no aplicativo do Serasa disponível para Android e iOS.

NOVAS CONDIÇÕES NO SERASA LIMPA NOME
ATIVOS S.A. Dívidas entre R$200,00 e R$1.000,00 Quitar por até R$100,00
TRICARD Dívidas entre R$200,00 e R$1.000,00 Quitar por até R$100,00
SANTANDER Dívidas entre R$200,00 e R$1.000,00 Quitar por até R$100,00
RECOVERY Dívidas entre R$200,00 e R$1.000,00 Quitar por até R$50,00

Canais de atendimento

Vale lembrar que, seguindo as recomendações das autoridades de saúde, as agências da Serasa, que fornecem atendimento presencial, permanecem fechadas. Porém, além do site do Serasa Limpa Nome e do app da Serasa, o consumidor também pode regularizar seus débitos financeiros pelo Whatsapp, através do número: (11) 98870-7025. Todos esses canais contam com as mesmas condições de renegociação.

Portal Correio